domingo, 23 de fevereiro de 2014

Sargento Carvalho é sepultado em clima de comoção



Foi sepultado às 14h deste domingo (23), no cemitério municipal de Iguaba Grande, o sargento Roberto Carvalho de Souza, de 45 anos.

Sargento Carvalho, como era conhecido, foi baleado na cabeça durante uma troca de tiros entre policiais e traficantes na comunidade da Boca do Mato, em Cabo Frio, no último dia 6.  Ele morreu ontem, sábado, por volta das 19h, no Hospital Regional de Araruama, onde esteve internado desde o dia em que foi atingido.
Falecimento do Sgto Carvalho
comoveu todos os policiais da Região


Dezenas de policiais militares, civis, guardas municipais, agentes do Grupo de Apoio ao Ministério Público, amigos e parentes acompanharam a cerimônia, carregada de emoção e consternação.

O comandante do 25º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Ruy França esteve presente e tomou a palavra para se despedir do companheiro de farda.

Familiares e amigos ouviram, também, a leitura de salmos bíblicos, feita por um do policiais presentes.






4 comentários:

  1. Pra morrer basta ta vivo

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca ouvi falar neste nome ,Mas estou pensando como pode ninguém se manifestar!!! Parece um silêncio desprezivel .Por si só, a história é trágica, lamentável, injustificável – como a morte de qualquer agente público que defende direitos expondo sua vida. Mas algo fez a morte deste senhor me chamar a atenção !
    Eu percebo a população mais preocupada em acusar a policia doque reclamar dos bandidos que os cercam . Sei não .Os valores estão invertido !

    Enquanto todos dormem, eu estou em lugares inimagináveis, matagais intransponíveis, bueiros fétidos, casas abandonadas, entre outros lugares a que alguém normal se recusaria ir;

    Enquanto todos dormem, eu estou em alerta máximo, tentando não apenas defender pessoas que nunca vi, nem mesmo conheço, mas também tentando sobreviver;

    Enquanto todos dormem no aconchego de suas casas debaixo dos cobertores, eu estou nas ruas debaixo da forte chuva, com frio e cansado madrugada adentro;

    Enquanto todos dormem, eu estou travestido de herói e mesmo não tendo superpoderes estou pronto para enfrentar o perigo, para desafiar a morte e, ‘quiçá, sobreviver’;

    Enquanto todos dormem, eu estou dividido entre o medo da morte e a árdua missão de fazer segurança pública;

    Enquanto todos dormem, eu sonho acordado com um futuro melhor, com o devido respeito, com um justo salário, com dias de paz, mas principalmente com o momento de voltar para casa e de olhar minha esposa e meus filhos e dizer-lhes que foi difícil sobreviver a noite anterior, que foi cansativo e até frustrante, mas que estou de volta e que tenho por eles o maior amor do mundo.

    Esse texto eu dedico a todos os policiais que, como eu, só desejam voltar para casa vivos. Carta escrita por

    Alex Oliveira Suzarte( Policial morto em combate ).

    ResponderExcluir
  3. O que realmente aconteceu no fatídico dia que Sgt PM Carvalho foi baleado?Foi constatado na perícia do IML que a direção do tiro que atingira a cabeça do referido Sgt PM teria vindo de traz para frente.

    ResponderExcluir
  4. mais uma vitima, sendo sepultada pela criminalidade em cabo frio, até quando isso irá permanece em nossa cidade ?
    até quando nossas autoridades, irá ficar de braços cruzados, não foi uma pessoa comum que morreu, foi um guerreiro que pós sua vida em risco, para protege vidas é trazer segurança para nossa cidade,
    que o senhor conforte a sua familiar, nesse momento tão triste, perdemos mais um guerreiro para o crime.

    ResponderExcluir